Origem do nome: A cidade foi implantada no sopé do alto da serra, uma montanha com a altitude de 1.300 metros. Na época da fundação a vegetação era intensa o que a tornava muito escura. Daí a razão porque o seu fundador e seus companheiros, que se instalaram nas Três Barras, sempre que se referiam ao novo local, o chamavam de SERRA NEGRA.

Veja Nossa Excursão para Serra Negra

 

:: História

Serra Negra foi fundada em 23 de setembro de 1828 por Lourenço Franco de Oliveira. A fundação remete-se à data em que a pequena capela construída nas terras de Lourenço Franco de Oliveira (local do atual bairro das Três Barras) recebeu a concessão de Capela Curada (termo que institui um paróquia) pelo bispo Dom Manoel Joaquim Gonçalves de Andrade, de Mogi Mirim. Em 12 de março de 1841 a capela, pertencente à região de Mogi-Mirim, foi elevada à categoria de Freguesia (povoação sob aspecto eclesiástico).

Em 24 de março de 1859, Serra Negra foi elevada à categoria de Vila, sendo os respectivos habitantes obrigados a construir Cadeia e Casa da Câmara a sua custa.

A primeira sessão da Câmara Municipal foi realizada em 7 de setembro de 1859. Pela lei n° 113 de 21 de abril de 1885, a Vila de Serra Negra foi elevada à categoria de cidade. Inicialmente, os lavradores que moravam em Serra Negra cultivavam cereais. No ano de 1873 teve o início do plantio de café em larga escala.

A partir de 1880 começaram a chegar as primeiras famílias de imigrantes italianos para trabalharem nas lavouras de café, mudando totalmente as características portuguesas da colonização e revelando ser a tradição italiana fator predominante na contribuição da cultura local. Em março de 1892 foi inaugurado o ramal férreo da Companhia Mogiana. A locomotiva fazia o trajeto de Serra Negra até Campinas.

Além do transporte de passageiros, o principal produto transportado era o café. O ramal foi desativado em 1956, quando as estradas de rodagem já se desenvolviam em larga escala no país. Na década de 1920 a economia brasileira já começava a sofrer os efeitos ocasionados pelo excesso da produção de café.
A baixa dos preços e a má qualidade do produto, somando-se à quebra da bolsa de Nova York em 1929, acarretou a decadência da economia cafeeira.

Serra Negra, embora afetada pela crise, já recebia os primeiros benefícios da descoberta da qualidade terapêutica de suas águas minerais a partir da Fonte Santo Antonio, de Luiz Rielli.

A descoberta das propriedades radioativas das águas em 1928 levou à criação, em 1930, de um pavilhão hidroterápico construído ao lado da grandiosa fonte. Sua composição mineral, combinada a pequenas doses de radioatividade, revelou serem as águas minerais de Serra Negra indicadas para os mais diversos tratamentos de saúde.

O reconhecimento da qualidade das águas minerais levou à denominação de Serra Negra, pelo então Presidente da República Washington Luís, como ‘Cidade da Saúde’. Em 1938, o Decreto assinado pelo então governador Dr. Adhemar Pereira de Barros, elevou Serra Negra à categoria de Estância Hidromineral e Climática. Atualmente, a Estância Hidromineral de Serra Negra tem no turismo sua principal atividade econômica, seguida da agricultura, com predominância para o cultivo do café.

A cidade possui diversas fontes de acesso público e empresas mineradoras.

O desenvolvimento turístico impulsionou a criação de uma rede hoteleira de qualidade, de um comércio diferenciado e de diversos pontos de turismo central e de campo. A característica turística principal da Estância permanece vinculada a idéia de saúde e bem estar, possibilidade de contato com a natureza, ótimo clima, ar puro e momentos de tranqüilidade, e se expande em sua potencialidade de desenvolver novos pontos de turismo rural e de aventura.

DENOMINAÇÃO: Origem Indígena – A parte do município em que hoje está a cidade de Serra Negra era, a princípio, um aldeamento de indígenas. Segundo a opinião de João Mendes de Almeida, no Dicionário Geográfico da Província de São Paulo, “Serra Negra” não passa de corruptela de herã=n=yerê, isto é, um pouco volteadora: herã (um pouco) e yerê (voltear), uma clara alusão aos rodeios que o viajante era obrigado a realizar, pelo fato das serras do município serem escarpadas.

Fundadores – Na época da fundação da cidade, a vegetação era intensa e a serra escura. Então o local era conhecido como “serra negra”. Lenda – As toras de madeira eram na época desdobradas por dois escravos, um homem e uma mulher, que usavam uma serra chamada trançador. Toda hora o feitor dizia para a escrava: “Serra, negra”.

Lourenço Franco de Oliveira nasceu em 1.775 e faleceu em 15 de março de 1.833.

 

Fonte: SerraNegra.com.br

:: Principais Pontos Turísticos


macaquinhos-turismo

PARQUE MACAQUINHOS TURISMO

Apresenta área para piqueniques, pesqueiro, aluguel de cavalos, pedalinhos, piscinas, playground, chalés e uma ilha no centro do lago com criação de macaquinhos originários do local. Acesso pela Rod. Serra Negra Amparo, a 6 Km do centro da cidade.


trenzinho-maria-fumaca

TRENZINHO MARIA FUMAÇA

Embarque nesta aventura! Tradicional passeio de Trenzinho Maria Fumaça, atração turística imperdível para toda a família! São oito quilômetros de percurso, percorrendo as ruas da cidade e com duração de cinquenta minutos.
O Trenzinho Maria Fumaça faz parada programada na Fonte Santo Agostinho e Fonte Santa Luzia, para que você aproveite ao máximo este delicioso momento de descontração e lazer. Visite o site!


museu-do-vinho-e-da-cachaca

MUSEU DO VINHO E DA CACHAÇA – FAMÍLIA SILOTTO – SÍTIO SÃO PEDRO

Experimente toda tradição Italiana na fabricação de bebidas artesanais. Vinhos elaborados com uvas cultivadas em nossa propriedade, em nosso parreiral de mais de 100 anos. Ambiente preservado e mantendo os traços rústicos do passado. Venha desfrutar de momentos agradáveis junto à natureza, degustando um bom vinho.
Produtos: Vinhos artesanais, Cachaça artesanal, Grappa, Vinagre de vinho, Café moído, Queijos, Doces, Mel e demais produtos da roça.
Contamos também com Playground e Animais de fazenda.
Localização: Rodovia SP 360 Serra Negra / Lindóia – Km 158,5.


monumento-ao-cristo-redentor

MONUMENTO AO CRISTO REDENTOR

Inaugurado em 06.07.1952, no alto do Pico do Fonseca. Localizado a 1.080m de altura, o monumento possui 18m, sendo 6m de pedestal e 12m de estátua. O acesso se dá pelo teleférico ou por veículo através da rua Antonio Jorge José. No local há um mirante e uma lanchonete.


teleferico

TELEFÉRICO

Instituído em março de 1973, faz o trajeto da Praça Sesquicentenário ao Pico do Fonseca a 1.080m de altitude. Com extensão de 1.400m e 68 cadeirinhas, mantém acesso na Praça Sesquicentenário.


centro-de-convencoes

CENTRO DE CONVENÇÕES CIRCUITO DAS ÁGUAS

Com 15 mil m² de área construída, possui três auditórios que comportam 1.140, 180 e 80 pessoas, três salas de apoio com capacidade para 138 pessoas/ cada e um hall de 4 mil m². Cercado de exuberante paisagem, possui área de exposição externa e amplo estacionamento. O espaço é utilizado durante todo o ano para a realização de congressos, feiras e os mais diversos tipos de eventos de cultura e lazer


conjunto-aquatico-municipal

CONJUNTO AQUÁTICO MUNICIPAL

Constituído por uma piscina com mais de 1.000m3 e piscinas menores, duchas, vestiários, lanchonete, pista de patinação, área verde e fonte Menino Jesus de Praga. Localizado à rua Antonio Jorge José (Centro).


disneylandia-dos-robos

DISNEYLÂNDIA DOS ROBÔS

Uma verdadeira cidade de robôs interativos montados com sucatas, brinquedos movidos à água, engenhocas, curiosidades e outros inventos. Fundada em 1988 e localizada à rua Cel. Estevão Franco de Godoy Recinto Municipal de Feiras e Exposições de Serra Negra: local onde se realizam importantes eventos, como a Festa do Peão de Boiadeiro todos os anos no mês de setembro.


alto-da-serra

ALTO DA SERRA

Ponto mais alto da região com 1.310m, onde é possível avistar mais de 10 cidades da região, tendo também uma das mais belas vistas.. O acesso é feito pela rua 14 de julho.


parque-e-represa-dr-jovino-silveira

PARQUE E REPRESA DR. JOVINO SILVEIRA

Estação de tratamento de água. O visitante encontra ampla área verde, quiosques para piqueniques e churrascos, viveiro de pássaros, sanitários, lanchonete, pista de bocha, playground e a fonte Nossa Senhora de Lourdes. Acesso pela Rodovia Serra Negra – Amparo, Km 146


cavalos-e-charretes

PONTO DE ALUGUEL DE CAVALOS E CHARRETES

Ponto de aluguél próximo ao Recinto Municipal de Feiras e Exposições de Serra Negra.


recinto-municipal

RECINTO MUNICIPAL DE FEIRAS E EXPOSIÇÕES DE SERRA NEGRA

Local onde se realizam importantes eventos, como a Festa do Peão de Boiadeiro todos os anos no mês de setembro.


praca-barao-do-rio-branco

MONUMENTO AOS PRACINHAS E PRAÇA BARÃO DO RIO BRANCO

Remodelada em estilo europeu, conta com jardins floridos, chafariz e uma pequena cascata


centro-esportivo

CENTRO ESPORTIVO

Localizado no final da avenida Juca Preto, em frente ao Recinto Municipal de Feiras e Exposições de Serra Negra, este conjunto esportivo em formato de um disco voador já foi palco de treinamento de grandes equipes de basquete e vôlei, inclusive das seleções brasileiras. Vale a pena conhecê-lo.


estadio-municipal

ESTÁDIO MUNICIPAL “ANTONIO BARBOSA PINTO DA FONSECA”

Iniciadas as obras em 1958, a construção de um estádio veio glorificar Serra Negra com as concentrações da Seleção Brasileira às vésperas das Copas Mundiais de 1962 e 1966. Inaugurado em 22.04.62, o “Estádio Municipal de Serra Negra” sediou jogos locais e nacionais, e amistosos da Seleção. A estátua existente à entrada do Estádio representa um jogador da antiga CBD (Confederação Brasileira de Desportos, hoje CBF), e foi inaugurada em 22.05.66. Em 10.09.68, o Estádio Municipal passou a se chamar “Antonio Barbosa Pinto da Fonseca”, em homenagem a este personagem serrano por seus serviços prestados à nossa sociedade.


Conheça a Cidade de Serra Negra

 

 

Jornal de Turismo na TV Serra Negra

 

 

Programa Por Aí em Serra Negra – SP

 

 

Passeio de Teleférico

*** Está página recebeu 69 visita(s). Hoje foi visitada 1 vez(es) nas últimas horas.